Arquivo para fevereiro \27\UTC 2010

27
fev
10

A melhor imagem da Terra

23
fev
10

com o rádio desligado

Ouvir rádio era um hábito comum que eu tinha antigamente. Hoje dificilmente eu ligo o aparelho de som para sintonizar uma emissora de rádio. O motivo: bem…

Lembro que nos anos 80 um dos melhores programas de rádio aqui em BH era o “telefone colorido”, transmitido pela rádio Cultura AM. Era uma espécie de Cassino do Chacrinha radiofônico!

Ao mesmo tempo, a BH FM se popularizava tocando os grandes sucessos populares do momento, que naquela época eram as músicas que entravam nas trilhas das novelas da Globo, em programas como o “Expresso 102” e o “Vote 102”. E os sucessos antigos podiam ser ouvidos nos programas “Recordações” e “GoodTimes”. E por muito tempo, a BH FM foi considerada a melhor rádio pop de BH, tanto que muitas copiavam o seu estilo de programação como a Rádio Cidade e a Líder FM.

Já nos anos 90, o tipo de música popular foi se modificando. Estourou o Axé e o pagode, e aquela música que até então era considerada pop foi desaparecendo das paradas de sucesso. Foi quando surgiram as rádios que investiram no Dance que também estava emergindo. Em BH, a rádio Extra FM, a Jovem Pan, a Transamérica e a 98 FM adotaram este estilo e passaram a tocar o chamado Eurodance, ou música House como ficou conhecido aqui.

Lembro de grandes programas como “as 7 melhores” e “Ritmo da Noite” da Jovem Pan e o “98 decibéis” da 98 FM. Mas o que eu mais gostava de ouvir era a programação da Extra FM, definitivamente a melhor rádio Dance que teve em BH. Logo de manhã era transmitido o “Silicone” com a Drag Tieta Presley. Em seguida, o “Meio dia e dance” com o DJ Alberto. À tarde, a programação da parada, seguido do programa de rap. À noite, após a “Voz do Brasil” era transmitido o “Graffite” (o pior programa da rádio apresentado pelo Easy Rider e atleticano Dudu) e para fechar o “gás total” com o Dj Chambinho. Bons tempos!

No entanto, no fim dos anos 90 esse estilo também foi modificado e a rádio Extra FM passou a investir no que há de pior na música brasileira, bem como a BH FM. A Líder FM se converteu e virou evangélica, a Jovem Pan passou a tocar música pop internacional (estilo boy bands) e a 98 FM ganhou o público da MTV que gostava de Rock, passando a ser a melhor opção, juntamente com a rádio Savassi, uma saudosa emissora underground que ficou pouco tempo no ar.

Hoje em dia, se você liga em uma rádio, seja ela qual for, dificilmente encontrará outra coisa que não seja Claudia Leitte, Ivete Sangalo, Zezé di Camargo e Luciano, Victor e Léo, Calcinha Preta, Djavú, NXZero, Akon, Beyoncé, Lady Gaga….

Enfim, eis o motivo pelo qual não vale a pena ouvir rádio mais.

18
fev
10

os segredos que o celular esconde

Calma! Não se trata de alerta de físico sobre os perigos que o celular pode causar para sua saúde. Mas sim de alguns segredos que podem ser úteis e que estão realmente escondidas em seu celular e que quase ninguém sabe. Tratam-se de três números secretos que podem te salvar quando você mais precisa!

Segredo nº 01 – O número universal de emergência para celular é 112

Se você estiver fora da área de cobertura de sua operadora e tiver alguma emergência, disque 112 e o celular irá procurar conexão com qualquer operadora possível para enviar o número de emergência para você, e o mais interessante é que o número 112 pode ser digitado mesmo se o teclado estiver travado. VERDADE

Segredo nº 02 – O número da carga reserva de sua bateria é *3370#

Vamos imaginar que a bateria do seu celular esteja fraca. Para ativar, pressione as teclas: *3370#
Seu celular irá acionar a reserva e você terá de volta 50% de sua bateria. Essa reserva será recarregada na próxima vez que você carregar a bateria. MENTIRA!

Segredo nº 03 – O número de série do seu celular pode ser conhecido ligando *#06#

Para conhecer o número de série do seu celular, pressione os seguintes dígitos: *#06#
Um código de 15 dígitos aparecerá. Este número é único. Anote e guarde em algum lugar seguro. Se seu celular for roubado, ligue para sua operadora e dê esse código. Assim eles conseguirão bloquear seu celular e o ladrão não conseguirá usá-lo de forma alguma. Talvez você fique sem o seu celular, mas pelo menos saberá que ninguém mais poderá usá-lo. Se todos fizerem isso, não haverá mais roubos de celular. VERDADE

16
fev
10

Viver a Vida: a novela “barriga”

Dizem que quando uma novela está arrastada, com uma trama lenta em que as coisas demoram para acontecer, que ela cria uma “barriga”. Isso geralmente ocorre em novelas que são esticadas além do previsto. Mas a atual novela das 21h da Rede Globo, Viver a Vida, é a novela que já tem uma barriga desde a sua estréia em setembro de 2009.

Não assisto a novela diariamente, pois confesso que ODEIO AS NOVELAS DE MANOEL CARLOS, mas é inevitável ver um dia ou outro. E a sensação que dá é que desde o início não aconteceu nada de importante na trama da novela (tirando o acidente de Luciana, que ainda assim demorou muito, por ser um acontecimento chave no desenrolar da história).

E a cada capítulo que passa, parece que nada andou. Assim, o capítulo começa, você se depara com cenas intermináveis de diálogos vazios, na maioria das vezes, estas cenas ocorrem durante o café da manhã, o almoço ou o jantar. Muitas vezes você tem a impressão que já viu uma determinada cena que já aconteceu (não é impressão, ela realmente já aconteceu!!). Já no quarto bloco da novela você começa a se desesperar com a demora do capítulo, pois parece uma novela infinita, e ainda vê o Thiago Lacerda dando em cima da Taís Araújo em vão, a Giovana Antonelli xingando a filha diabólica e transando com o José Mayer, a Natália do Valle histérica, a Letícia Spiller na academia, a Bárbara Paz enxugando pra variar, a Camila Morgado repetindo o texto pela enésima vez e o Gêmeo bonzinho beijando a Aline Moraes no rosto mais uma vez. Quando o capítulo acaba, temos certeza de que tudo o que aconteceu naquele dia, não teve a mínima importância para o andamento da novela. E ainda temos que aguentar mais uns dois longos minutos de depoimentos reais de pessoas que superaram doenças e “nasceram de novo”.

Só como uma prova de como essa novela é mesmo uma barriga, existe um grave erro temporal em sua história. A personagem da Giovanna Antonelli ficou grávida do José Mayer, quando a Taís Araújo e a Aline Moraes foram desfilar na Jordânia, ocasião do acidente que deixou esta última aleijada. Na cronologia da trama este desfile ocorreu no início de 2009. Após o acidente, vamos contar que a modelo ficou alguns meses no hospital, mais alguns meses para conseguir os movimentos dos braços, e vimos que na noite de reveillon ela fez as pazes com a Taís Araújo. Já estamos em fevereiro de 2010, e provavelmente a nova Capitu já está com 12 meses de gestação. Engraçado é que a barriga dela nem deu sinal de vida ainda. Tenho até medo do que possa sair de lá de dentro!!

04
fev
10

olho no céu