05
maio
10

A 1ª cagada do Campolina

É! Mal o novo reitor da UFMG tomou posse e já está fazendo cagadas (conforme já era previsto!)

A notícia foi publicada no site da UFMG, hoje!

UFMG adotará Enem em substituição à primeira etapa do vestibular

quarta-feira, 5 de maio de 2010, às 19h30

O Conselho Universitário decidiu, no último dia 5, por 32 votos a 18, que a UFMG utilizará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em substituição à primeira etapa do Vestibular, para ingresso em 2011.

Eventuais mudanças na segunda etapa do concurso serão avaliadas e divulgadas pela Universidade dentro de 30 a 40 dias.

“Todos reconhecemos que o Enem é um avanço em relação ao sistema convencional, por ser um exame nacional, de boa qualidade, progressista, que dá oportunidade a todos os estudantes secundaristas do Brasil”, disse o reitor Clélio Campolina ao final da reunião.

“Esperamos que essa seja uma etapa para que se elimine, em algum momento, o Vestibular”, completou. Segundo Campolina, a decisão é válida para todo o sistema de ingresso na UFMG, incluindo cursos presenciais e na modalidade a distância.

O calendário das provas do Vestibular UFMG 2011 já estava definido, com realização da primeira etapa no dia 28 de novembro de 2010 e a segunda de 3 a 7 de janeiro de 2011. Com a decisão, os candidatos a vagas na UFMG deverão se submeter ao Enem, que será realizado nos dias 6 e 7 de novembro.

“Teremos que aguardar o resultado do Exame Nacional, previsto para 6 de janeiro, e imediatamente fazer apenas um cruzamento de dados e programarmos a segunda etapa”, explica o reitor.

Campolina lembrou que todos os países desenvolvidos adotam um sistema nacional de avaliação e que algumas das principais universidades brasileiras usam o Enem como mecanismo de ingresso. “Acho que essa medida terá efeito fundamental de pressão para melhoria do ensino fundamental e médio público”, avalia.

Realmente é uma triste notícia. Não que eu seja contra a uma Universidade pública e de qualidade a todos, em iguais condições de acesso e o diabo a quatro…

Mas dizer que ” o Enem é um avanço em relação ao sistema convencional, por ser um exame nacional, de boa qualidade, progressista, que dá oportunidade a todos os estudantes secundaristas do Brasil”, parece piada.

* Questões mal elaboradas,com textos longos, inúmeras informações desnecessárias e questões que exigem amplo conhecimento em determinado assunto.

* Tempo absurdo para realização da prova: 3 minutos por questão, sem contar a redação.

* 5 alternativas por questão. Letra E ninguém merece.

* Falhas na segurança da prova.

* Provas sendo roubadas às vésperas do exame.

* Alunos com celulares em sala de aula.

* Fiscais totalmente despreparados.

* Gabarito divulgados com erros.

* 40% de abstenção dos alunos inscritos.

* Como uma prova única nacional dá igualdade de condições a um aluno de escola particular de Santa Catarina e um de escola pública no Piauí?

Agora nos resta esperar e assistir a decadência da UFMG. (exagero?)

Anúncios

1 Response to “A 1ª cagada do Campolina”


  1. julho 31, 2012 às 13:19

    haushaushaushaushaus é verdade


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: