24
maio
10

Júpiter um pouco diferente

Se você já viu o planeta Júpiter alguma vez, provavelmente viu uma imagem assim:

No entanto, se você observá-lo hoje, verá uma imagem assim:

Repare que uma das listras equatoriais, a Sul (aquela que passa sobre a grande mancha vermelha, ou olho de júpiter) desapareceu!! Este fato está intrigando os astrônomos apesar de este ser um fato periódico, ou seja, já ocorreu outras vezes, como em 1973 e 1990.

As chamadas listras de Júpiter são nuvens na atmosfera do planeta. Essas nuvens são criadas por processos químicos formados em diferentes alturas. As nuvens mais altas são brancas e formadas de cristais de amônia congelada.  As nuvens mais baixas são criadas por processos químicos que incluem o enxofre e o fósforo, e por isso são escuras, apresentando tons avermelhados e marrons. As nuvens são sopradas em faixas por ventos de 563,27 km/h, causados pela rápida rotação do planeta.

Uma possível explicação para o sumiço destas listras é a formação de nuvens brancas na atmosfera alta do planeta, bloqueando nossa visão das nuvens mais escuras.

Anúncios

5 Responses to “Júpiter um pouco diferente”


  1. 1 Stefan
    fevereiro 12, 2011 às 06:39

    Sem dúvida alguma Júpiter é a mais magnífica e grandiosa manifestação planetária da natureza do sistema solar; um fenômeno ainda não bem compreendido em sua totalidade pela ciência humana. Há inclusive os que acreditam ser Júpiter uma estrela do tipo “anã marrom”, ou seja, uma estrela que não vingou, pois suas características físicas aproximam-se muito mais daqueles corpos celestes do que dos planetas rochosos propriamente ditos; além disso, é conhecido o fato de que Júpiter possui em seu redor um verdadeiro “mini sistema solar”, composto por mais de sessenta satélites, entre elas suas luas mais conhecidas, algumas das quais apresentam características e dimensões quase planetárias. Há ainda o imenso campo magnético de Júpiter, que é um dos maiores fenômenos físicos, em dimensões e intensidade, do sistema solar.
    O que existe abaixo de suas densas e misteriosas nuvens ainda é, e provavelmente ainda será por muito tempo, um enigma, pois a pressão ali é enorme, inviabilizando por ora a descida de qualquer dispositivo de exploração; entretanto, algumas teorias recentes especulam que a superfície de Júpiter poderia ser constituída de um “oceano” de “hidrogênio líquido metálico” (!), cujo movimento poderia ser uma das causas do gigantesco campo magnético.
    Há ainda teorias de que poderia existir alguma forma de vida na densa e profunda atmosfera de Júpiter, principalmente em suas regiões mais baixas, onde poderiam existir gases e elementos químicos capazes de suportar a vida adaptada a condições (para nós) extremas e exóticas.
    Finalmente, Júpiter ainda possui a função de “protetor do sistema solar”, pois através de sua imensa força gravitacional, absorve ou desvia do sistema solar interior corpos celestes que poderiam entrar em rota de colisão com o mesmo; vide como exemplo recente o caso do imenso cometa que espatifou-se contra Júpiter, fragmentando-se e provocando enormes colisões que foram observadas na Terra.
    Por estes e por certamente outros relevantes motivos não seria exagero dirigirmos a seguinte saudação ao Colosso do sistema solar: “Ave, Zeus!”

  2. junho 15, 2012 às 23:41

    embora as pessoas tenham medo da imencidao do universo(COSMOS) , sempre achando que e mais facil explicar os fenomenos e as coisas que existe no universo como , vida , plenetas , espiritos , etc… , como foce obra de um talves possivel ou nao criador(DEUS) , o espaço sideral e tudo que existe nele , e uma incrivel ordem de fatores fisicos e quimicos que compoem tudo existente nele. Sera que isto e tao complicado de ser entendido pelos seres humanos!

  3. julho 31, 2012 às 13:14

    cara muito legal issooooooooooooooooo!

  4. 5 Maria
    dezembro 2, 2012 às 15:50

    nao tem muita alteração ou nao tem nenhuma


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: