Arquivo para janeiro \20\UTC 2011

20
jan
11

O Haiti é aqui…

Haiti após o terremoto em janeiro de 2010:

Teresópolis após tragédia das chuvas em janeiro de 2011

Anúncios
04
jan
11

2010: fatos em fotos

Músicas que vão lembrar 2010

01
jan
11

2010: o ano que gostaria de lembrar

Diferentemente do ano de 2009, este ano foi muito proveitoso para mim… Muitas realizações, algumas novidades, surpresas e acontecimentos inesperados.

Bom… Comecei o ano desanimado e com o pé esquerdo. Reveillon em casa e sem alcool marcou a passagem de ano, um dia depois de eu ter deixado o hospital. Com a doença de Crohn em atividade passei os meses de janeiro, fevereiro e março cultivando um abcesso no intestino, sentindo dores, tomando remédio, lendo o livro do Paul Hewitt e assistindo Que Rei Sou Eu? e Big Brother 10. Isso quando não fazia uma visitinha ou ficava hospedado no hospital.

Mas em abril… tudo mudou…

Telefonema inesperado do Vaca. Depois de anos. Mensagem inesperada do Rodrigo. Depois de anos. Os marmotas voltariam a se encontrar… Conheci Raquel, esposa do Vaca. Conheci Ana Cris, noiva do Rodrigo e futura descobridora da cura do Crohn. (Até me ofereci como cobaia!) Eles leram esse humilde blog e souberam da minha cirurgia. Um mês depois, o casamento do ano. E o reencontro com o fundador da OMS: Sérgio Marmota. E de quebra conheci sua namorada Simone.

Bom, mas antes do casamento, a cirurgia. Depois de muito contratempo e espera. No dia 07/04/2010, após passar a noite dormindo na cadeira do SMU, eu entrei na faca e me levaram um pedaço do intestino, o abcesso e as dores (em parte! rs). Uma semana de recuperação no hospital, um mês de recuperação em casa e eu estava novinho em folha. (em parte tbm!). Mas foi possível comemorar tomando muuuuuuuuito champagne no casamento do Rodrigo com a Ana Cris.

De volta ao trabalho e ganhando peso, os meses que se seguiram foram ótimos. Voltei a academia pela 3ª vez (desta vez com resultados), voltei ao Prodor (estresse com a turma 2003), voltei ao Cursinho (estresse com 3 as turmas), voltei ao Observatório, voltei ao mestrado e voltei à auto escola. Trabalho e coisas pra fazer não faltaram. Mas agora eu tinha disposição para tanto.

Tanta disposição, que resolvi aceitar um dos maiores desafios da minha vida, até então. Substituir minha orientadora e ministrar aulas de Didática da Física e estágio em Ensino de Física para alunos da graduação. E modéstia parte, me saí muito bem.

Viagens também aconteceram este ano. Em setembro viajei para São João Del Rey com o Observatório Astronômico e quase passei mal de tanto rir com a Paola. De quebra passamos em Tiradentes pra tomar umas. Em outubro fui pro Rio de Janeiro só pra assistir o show do Green Day. E pra beber cerveja na praia da Barra tambpem. No fim do mês fui pra Águas de Lindóia apresentar um trabalho no XII EPEF com o Rodrigo. Comecei as entrevistas da minha pesquisa e fui a Sete Lagoas e a Perdigão.

Enfim, 2010 foi um ano diferente dos anteriores. Estive doente, estive sadio, estive depressivo, estive super pra cima. Fiz 30 anos. Me habilitei (finalmente). “Namorei”. Revi pessoas importantes pra mim (Vaca, Rodrigo, Sérgio, Zecão, Terencio…), recebi mensagens de outras (Chapolim, Pedro, João Paulo, Bruno…), conheci tanta gente legal (Raquel, Ana Cris, Simone, Tulio, Eduardo, Josiane, Alexandre, Magno, Zé, Jorge, Thiago, Deivison, Raquel do Prodor, o povo das turmas 3004 e 3005, da graduação em física… e o Wellington na última semana do ano… isso só pra citar alguns). Fui a lugares que nunca tinha ido, cometi loucuras, trabalhei muito, me estressei, descancei, me diverti pra caralho…

Por tudo isso, 2010 é o ano que eu gostaria sempre de lembrar…