Arquivo de maio \31\UTC 2010

31
maio
10

Regininha Pentecostes

O que acontece com as pessoas que se tornam evangélicas? Até hoje nunca consegui entender o que se passa na mente destas pessoas.

Fato é que a subcelebridade conhecida como Regininha Poltergeist é a mais nova convertida e agora passa a se chamar Regininha Pentecostes.

Famosa no final dos anos 80 e ínicio dos anos 90, graças ao músico Fausto Fawcet (aquele da Kátia Flávia, a Godiva do Irajá), Regininha fez trabalhos como atriz (direita e pornô), posou nua várias vezes, é sempre lembrada pelo Gugu por estar participando do Domingo Legal na única vez que os Mamonas Assassinas participou do programa… E agora frequenta a igreja Bola de Neve.

Olha a entrevista que ela concedeu a Veja!

Como você se converteu?
Eu estava em depressão profunda por fazer trabalhos que não tinham a ver comigo. Por causa da grana, passei por cima dos princípios.

Está se referindo aos filmes pornôs?
E às fotos nua também. Eu já não achava legal. Sempre fui tímida, mas me perdi pelo dinheiro. Essa coisa da carne é do diabo.

O que mudou na sua vida?
Tudo. As pessoas começaram a me tratar como eu sou: boa, solícita e que quer fazer o bem. Até meu guarda-roupa mudou. Só fiquei com as blusas comportadas.

Sem decote?
Isso eu já não usava. O problema é que não punha sutiã. Agora, visto top para esconder tudo e, se a blusa for transparente, ainda coloco sutiã por baixo.

Você tem namorado?
Ainda estou esperando o varão que Deus vai escolher para mim. Mas ele terá de pedir permissão à pastora para me namorar.

É uma mudança e tanto. Quantos parceiros você teve até se converter?
Ai, nem me lembro.

Não sente falta de sexo?
Claro, mas leio a Bíblia para pedir tranquilidade, acalmar meu coração e matar a carne, que é o mais importante.

Onde foi parar a Poltergeist?
Não existe mais. Esse apelido foi para o inferno. Agora, sou a Regina Pentecostes.

Então tá!!

27
maio
10

Físicos trabalhando

Muita gente me pergunta em que um físico trabalha. Não. Não é só dando aulas em escolas e universidades. Um físico pode trabalhar na Nasa ou na ESA, em Institutos de Física aplicada, em observatórios astronômicos, em usinas nucleares, hospitais da área de radiologia, indústrias de materiais… Enfim, é um vasto e ao mesmo tempo restrito campo de trabalho.

Mas ninguém melhor que o Sheldon e o Raj, dois físicos autênticos, para explicar melhor como os físicos trabalham. Quem sabe, depois de assistir ao vídeo, alguém não se entusiasma e segue esta carreira!

** A incorporação do vídeo foi desativada mediante solicitação. Mas não desista. Clique para assistir no youtube. Vale a pena!

24
maio
10

Júpiter um pouco diferente

Se você já viu o planeta Júpiter alguma vez, provavelmente viu uma imagem assim:

No entanto, se você observá-lo hoje, verá uma imagem assim:

Repare que uma das listras equatoriais, a Sul (aquela que passa sobre a grande mancha vermelha, ou olho de júpiter) desapareceu!! Este fato está intrigando os astrônomos apesar de este ser um fato periódico, ou seja, já ocorreu outras vezes, como em 1973 e 1990.

As chamadas listras de Júpiter são nuvens na atmosfera do planeta. Essas nuvens são criadas por processos químicos formados em diferentes alturas. As nuvens mais altas são brancas e formadas de cristais de amônia congelada.  As nuvens mais baixas são criadas por processos químicos que incluem o enxofre e o fósforo, e por isso são escuras, apresentando tons avermelhados e marrons. As nuvens são sopradas em faixas por ventos de 563,27 km/h, causados pela rápida rotação do planeta.

Uma possível explicação para o sumiço destas listras é a formação de nuvens brancas na atmosfera alta do planeta, bloqueando nossa visão das nuvens mais escuras.

21
maio
10

Pac-Man também é trintão

Olha só quem também fez trinta anos!!!

Nascemos com 1 dia de diferença (Eu sou o mais velho…) Passamos a infância juntos, brincamos muito lá nos anos 80, no Atari do Bruno e do Flávio! Depois ele sumiu… Come-Come… Era como eu o chamava!!

Pra homenagear nosso amigo trintão, uma música feita especialmente pra ele, quando nós tinhamos 1 ano, por Buckner e Garcia!

20
maio
10

Sou Fernando, tenho 30, quero viver!!!

É… 30 anos. São 3 décadas. 10 + 10 + 10. Quase 11 000 dias!

E parece que eu tinha 8 há pouquíssimo tempo. Lembro dos meus 18 como se fossem há menos de 2 anos. Como assim? Fiz 25 ontem mesmo!!

Chegou! Um homem de meia idade, como dizem. Balzaquiano. Hora em que começam as famosas crises…

Não. Comigo, nenhuma crise. Até porque, se falo que tenho 22 anos, todos acreditam. Se falar que tenho 30, muitos duvidarão. Bom? Ruim? Não sei mesmo.

Vivi 30 anos. Geração 80. Infância muito legal nos anos 80. E a adolescência nos anos 90? Novas descobertas, novas paixões! o rock, o sexo e a cerveja. e o Malibu, é claro! Pude ver e presenciar uma passagem de século! E de milênio! Depois a vida adulta. (ou uma adolescência que se prolongou mais do que devia). Outras descobertas, outras paixões! A Física, a Astronomia, o carro, as viagens… Responsabilidade. Isso eu sempre tive, modéstia a parte. Com ela, vieram trabalho, faculdade, doença… Não! Casamento e filhos não vieram, e nem estão nos planos (ainda).

Minha vida, até aqui,  nunca foi muito agitada. Às vezes, penso que foi muito monótona. Devia ter me divertido mais. Queria ter me divertido mais. Ou como diz a música dos Titãs: “Devia ter amado mais, Ter chorado mais, Ter visto o sol nascer… Devia ter arriscado mais, E até errado mais,  Ter feito o que eu queria fazer…”. Teria sido culpa minha? Do meu pai? De Deus? Das circunstâncias?

Enfim, só agora a gente percebe o quanto a vida é curta. E passa rápido. E como é bom viver. Digo isso, porque, até pouco tempo atrás, pensava exatamente o contrário. Queria por fim a minha vida. Pensava: continuar vivendo pra que? Vamos encurtar isso de uma vez!

Graças a Deus, aquilo passou. Não. Não me converti a nenhuma religião! Sou o mesmo de sempre. Mas a febre passou. Todos passam por dificuldades. Ainda mais em 30 anos de vida. Saber superá-las não é fácil. Mas é possível. Hoje, penso que vivi o que vivi porque era pra viver assim. E foi uma vida ótima. Com altos e baixos. Quando digo que quero mais 20 anos, é por que quero a partir de agora, viver o que não vivi, e o que já vivi novamente!! Preciso de tempo. Mas não me preocuparei com ele. Quero viver e viver.

Poucas vezes, disse que sou um cara feliz. Porque realmente não era. Eu podia estar feliz, mas não era. Agora, tenho certeza que sou um cara feliz. Posso até não estar, mas sou e tentarei ser sempre!

O que escrevi aqui, pode estar bonito, confuso, melancólico, otimista, clichê, poético, dramático, sei lá… Mas saiu de uma vez, e do jeito que queria expressar, pra eternizar este momento histórico, enfim, só se faz 30 anos uma vez na vida. E quero que todos saibam…

Sou Fernando, tenho 30 e quero viver… MAIS.

Háaaa!! Muito disso eu aprendi com o Ferris Bueller, um ídolo cult que, certa vez, disse: “A vida passa muito depressa. Se não paramos para curti-la de vez em quando, ela passa e você nem vê!”

20
maio
10

O astrônomo e o astrólogo

Nasci há exatos 30 anos, às 8 horas da manhã, em BH. No céu, o Sol. Mercúrio, Castor e Polux nasciam no Horizonte, assim como Betelgeuse e Rigel. Diphta estava no zênite, juntamente com o escultor.

O Sol estava em Touro. Mercúrio em Gêmeos. Vênus em Câncer. Marte, Júpiter e Saturno em Virgem. Urano em Escorpião. Netuno em Sagitário. Plutão (ainda era planeta) e estava em Libra. A Lua estava em Leão e crescia.

Resultado: Eu. Taurino com ascendente em Gêmeos… Nomo e Logo.

 Tenta entender não! Viagem minha! Tô ficando velho.

19
maio
10

Bambis vs Marias